domingo, 31 de agosto de 2014

NESTA TERÇA-FEIRA, ACOMPANHE PELA NATIVA FM A HOMENAGEM À MEMÓRIA DE ALCIDES MAYA!!!



   NESTA TERÇA-FEIRA, ACOMPANHE PELA NATIVA FM A HOMENAGEM À MEMÓRIA DE ALCIDES MAYA!!!


"CANTA A TUA ALDEIA E SERÁS UNIVERSAL."
    (Léon Tolstoi, escritor russo, 1828-1910)


 OUÇA O PROGRAMA “CANTO DOS LIVRES”, de segunda-feira à sexta-feira, das 05h às 07h (neste horário somente durante a propaganda política gratuita pelo rádio até a eleição de 1º turno), pela RÁDIO NATIVA FM – FM 93.9 – www.nativafmpiratini.com.

   Participe da página da RÁDIO no Facebook:
 https://www.facebook.com/nativafmpiratini?fref=ts

   PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: JUAREZ MACHADO DE FARIAS.
  
    Nesta TERÇA-FEIRA, 02 de SETEMBRO de 2014, além de música, poesia, roncos de mate e vozes de aves nativas, teremos as seguintes atrações:

1)         homenagem ao município de ESPERANÇA DO SUL;

2)         homenagem à memória do Escritor Gaúcho ALCIDES MAYA, falecido a 02 de setembro de 1944;

3)         o causo “A GINETEADA DA VOVÓ” de SEJANES DORNELLES extraído da obra do próprio autor, “CAUSOS DA QUERÊNCIA – Literatura Oral” (Caxias do Sul: Editora da Universidade de Caxias do Sul, 1987, 3ª edição, p. 27 a 30);

4)         o poema “MEU PAI” de MIGUEL BICCA, extraído da obra “COLETÂNEA DA POESIA GAÚCHA” (Porto Alegre: Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul/CORAG, 2005, p. 210).

*A imagem que ilustra esta postagem registra fotografia de ALCIDES MAYA (imagem disponível em     http://mensagensvirtuais.xpg.uol.com.br/aniversariantes/Alcides_Maia, acesso em 31 de agosto de 2014).


Eis o poema em destaque:

“MEU PAI
(Autor: MIGUEL BICCA)

No fim de tarde de um domingo morno,
Num mouro-claro, malacara e sargo,
Chapéu nos olhos te sombreando a cara
E um par de esporas compassando o rastro.

Um sirigote ‘Libório’,
Pelego branco, badana,
Apero chato ponteado
Da maneia à  cabeçada,
O laço couro de pardo,
Quatro tentos, treze braças,
O travessão e a carona
De couro cru macetado.

O passo firme, sereno,
Bigode branco, aparado,
Os olhos de gavião mouro
Sobrevoando o Uruguai.
Desse jeito que eu te via
Vindo pra casa, meu pai.

Espero um dia te encontrar de novo
Cevando um mate junto aos teus, com Deus,
Num galpão com picumãs lembrando nuvens
E estrelas guiando teus passos no céu.”  

sábado, 30 de agosto de 2014

NESTA SEGUNDA-FEIRA, ACOMPANHE PELA NATIVA FM A HISTÓRIA DO JORNAL "O POVO"!!!



"CANTA A TUA ALDEIA E SERÁS UNIVERSAL."
    (Léon Tolstoi, escritor russo, 1828-1910)


   OUÇA O PROGRAMA “CANTO DOS LIVRES”, de segunda-feira à sexta-feira, das 05h às 07h (neste horário somente durante a propaganda política gratuita pelo rádio até a eleição de 1º turno), pela RÁDIO NATIVA FM – FM 93.9 – www.nativafmpiratini.com.

    Participe da página da RÁDIO no Facebook:
 https://www.facebook.com/nativafmpiratini?fref=ts

 PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: JUAREZ MACHADO DE FARIAS.

   Nesta SEGUNDA-FEIRA, 01 de SETEMBRO de 2014, além de música, poesia, roncos de mate e vozes de aves nativas, teremos as seguintes atrações:

1)         homenagem ao município de VESPASIANO CORRÊA;

2)         a história do jornal “O POVO”, órgão de divulgação do movimento gaúcho rebelde de 1835-1845, cuja circulação começou em 01 de setembro de 1838, em PIRATINI, no prédio conhecido como “CASA DE GARIBALDI”, situado na Rua Bento Gonçalves, Centro de Piratini, RS;

3)         o causo inédito “O GAÚCHO PELADO” escrito e adaptado por JUAREZ MACHADO DE FARIAS a partir de relato de ROLANDO BOLDRIN em seu programa televisivo “SR. BRASIL” pela TV CULTURA;

4)         o poema “MATUNGO” de APPARICIO SILVA RILLO, extraído da obra do próprio autor “CANTIGAS DO TEMPO VELHO” (Porto Alegre: Martins Livreiro-Editor, 2ª edição, 1978, p. 61 a 62).

*A imagem que ilustra esta postagem é uma fotografia de Ubirajara Buddin Cruz  e registra o prédio histórico “CASA DE GARIBALDI”, situado no centro histórico de PIRATINI, RS (imagem disponível em    http://www.panoramio.com/photo/21409968, acesso em 30 de agosto de 2014).

         Eis o poema em destaque:

“MATUNGO
(Autor: APPARICIO SILVA RILLO)

Olhe, amigo,
É meu este bragado.
‘stá feio o pobre e anda mal de estado,
Mas não tem culpa por andar assim.
- Faz dois invernos que não come milho,
E no palmo de campo adonde pasta
Anda ralo o capim...
E veja os dentes, já não é potrilho,
É bicho muito usado!
Tenho a memória meio vagabunda,
Mas dando algum desconto este bragado
Há de ter quinze anos na cacunda.

Quase todos o chamam de matungo
E total eu não tomo por ofensa.
Pensando bem,
Nem tudo aquilo que o vivente pensa
Vem a ser, na verdade, o que imagina.
Muita gente se engana com o bragado
E toma sempre pelo trilho errado
Julgando na relancina...

Amigo,
A gente avalia um bicho
Como avalia um cristão.
Isto eu sei por experiência:
- não se mede o valor pela aparência,
Valor se mede é pelo coração!

Por isso,
Destapando esta verdade,
Dou estampa, dou raça e qualidade
Pro meu matungo fiel, de estimação.”    

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

CONHEÇA APOLINÁRIO PORTO ALEGRE NA NATIVA FM DE PIRATINI!!!

NESTA SEXTA-FEIRA, VENHA MADRUGAR COM A NATIVA FM E CONHEÇA QUEM FOI APOLINÁRIO PORTO ALEGRE!!!


     "CANTA A TUA ALDEIA E SERÁS UNIVERSAL."
          (Léon Tolstoi, escritor russo, 1828-1910)


    OUÇA O PROGRAMA “CANTO DOS LIVRES”, de segunda-feira à sexta-feira, das 05h às 07h (neste horário somente durante a propaganda política gratuita pelo rádio até a eleição de 1º turno), pela RÁDIO NATIVA FM – FM 93.9 – www.nativafmpiratini.com.

       Participe da página da RÁDIO no Facebook:
https://www.facebook.com/nativafmpiratini?fref=ts

   PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: JUAREZ MACHADO DE FARIAS.

      Nesta SEXTA-FEIRA, 29 de agosto de 2014, além de música, poesia, roncos de mate e vozes de aves nativas, teremos as seguintes atrações:

1) homenagem ao município de JAGUARI, criado a 16 DE AGOSTO DE 1920;

2) homenagem à memória de APOLINÁRIO JOSÉ GOMES PORTO ALEGRE, nascido a 29 de agosto de 1844, em RIO GRANDE, o qual, juntamente com um grupo de republicanos e liberais fundou, no dia 18 de junho do ano de 1868, fundou na cidade de Porto Alegre a Sociedade Pártenon Literário, de caráter romântico e regionalista, que durou até 1880;

3) o causo “COMENDO DO OUTRO LADO” de ELTON BARBOSA, extraído da obra do próprio autor, “NA HORA DO MATE – Contos Gauchescos” (Pelotas: Gráfica Princesa, 2008, p. 61 a 62);

4) o poema “PASSARADA” de ROBSON CARDOZO BARENHO, extraído da obra “COLETÂNEA DA POESIA GAÚCHA” (Porto Alegre: Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul/Corag, 2005, p. 250).


    A imagem que ilustra esta postagem registra APOLINÁRIO JOSÉ GOMES PORTO ALEGRE (imagem disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Apolin%C3%A1rio_Porto-Alegre, acesso em 28 de agosto de 2014).


Eis o poema em destaque:


“PASSARADA
Autor: ROBSON CARDOZO BARENHO.
*Extraído da obra “COLETÂNEA DA POESIA GAÚCHA” (Porto Alegre: Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul/Corag, 2005, p. 250).


Zé da silva beija-flores
Quero-quero joão-ninguém
Caturritas boias-frias
Todavia tudo bem
Passarinho voa longe
Homem sonha um pouco além.



Zé-povinho joão-de-barro
Pedro nada sabiá
Andorinhas deserdadas
Bem-te-vi ao deus-dará.
Não tem grade que resista
Quando os dois querem voar.



Revoada terra nova
Céus da pátria migração
Asa aberta ventania
Pé na estrada caminhão.
Pra viver até outro dia
Tem de sobra céu e chão.”

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

A POESIA DE JOSÉ CARLOS BATISTA DE DEUS NA NATIVA FM!!!



NESTA QUINTA-FEIRA, ACOMPANHE PELA NATIVA FM HOMENAGEM AO POETA JOSÉ CARLOS BATISTA DE DEUS!!!




"CANTA A TUA ALDEIA E SERÁS UNIVERSAL."

(Léon Tolstoi, escritor russo, 1828-1910)



OUÇA O PROGRAMA “CANTO DOS LIVRES”, de segunda-feira à sexta-feira, das 05h às 07h (neste horário somente durante a propaganda política gratuita pelo rádio até a eleição de 1º turno), pela RÁDIO NATIVA FM – FM 93.9 – www.nativafmpiratini.com.

Participe da página da RÁDIO no Facebook:



PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO: JUAREZ MACHADO DE FARIAS.

Nesta QUINTA-FEIRA, 28 de agosto de 2014, além de música, poesia, roncos de mate e vozes de aves nativas, teremos as seguintes atrações:

1)    homenagem ao município de MARCELINO RAMOS, cujo Decreto Lei nº 788 de 20/08/1956 regulamentou suas divisas;

2)    o texto “A POESIA CAMPEIRA DE JOSÉ CARLOS BATISTA DE DEUS” de JUAREZ MACHADO DE FARIAS publicado no extinto jornal “O PIRATINI” (de PIRATINI, RS, idealizado e editado pelo piratiniense JARDEL OLIVEIRA), edição de fevereiro de 1997, p. 10, na coluna “NATIVISMO EM FOCO”;

3)    o causo “O REVIDE” de LUIZ CORONEL, extraído da obra do próprio autor, “O CACHORRO AZUL – Causos Gaúchos e Relatos Interioranos – Trilogia do Humor Pampeano” (Porto Alegre: Mecenas, 2003, p. 141 a 142);

4)    o poema “NO SILÊNCIO DO MATE” de JOSÉ CARLOS BATISTA DE DEUS.

A imagem que ilustra esta postagem registra o POETA, LETRISTA E MÉDICO VETERINÁRIO JOSÉ CARLOS BATISTA DE DEUS (imagem disponível em  https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10202214809043436&set=a.1670344770242.2077569.1586051571&type=1&theater, acesso em 27 de agosto de 2014).


Eis o poema em destaque:

“NO SILÊNCIO DO MATE
(JOSÉ CARLOS BATISTA DE DEUS)

Faço silêncio toda vez que aperto um mate
Pois cada gole me alvorota o pensamento
Tenho a certeza da presença dos ausentes
Meus que se foram vem matear neste momento

Se alguém me visse nestas horas que mateio
Entenderia quase nada e com motivos
Culpava a erva pela cena ensimesmada
Julgava “louco” os cevadores pensativos

Talvez por isso que meus olhos mansos
Ganham mais brilho quando estendo a mão
E aparo a cuia acariciando a alma
Que vem pra palma e sorve um chimarrão

Me sinto novo quando lavo a erva
Fico mais forte quando ronca o mate
Porque comungo no ritual do amargo
Lembranças tantas que a saudade bate

Depois do mate, com licença, amigos
Este meu verso  é uma confissão
Por mais sozinho que seja o vivente
Matear solito é sempre uma ilusão!!”