sábado, 20 de dezembro de 2014

NESTA SEXTA-FEIRA, PELA NATIVA FM, HOMENAGEM À MEMÓRIA DE NOEL GUARANY, NASCIDO EM 26 DE DEZEMBRO DE 1941!!!



NESTA SEXTA-FEIRA, PELA NATIVA FM, HOMENAGEM À MEMÓRIA DE NOEL GUARANY, NASCIDO EM 26 DE DEZEMBRO DE 1941!!!

*********************************************************************************************************************************************************

"CANTA A TUA ALDEIA E SERÁS UNIVERSAL."
(Léon Tolstoi, escritor russo, 1828-1910)

                 *****************

OUÇA O PROGRAMA “CANTO DOS LIVRES”, de segunda-feira à sexta-feira, das 05h às 07h30min.

Sintonize no seu rádio a NATIVA FM – FM 93.9.
Na internet: www.nativafmpiratini.com.

Participe da página da RÁDIO no Facebook:

https://www.facebook.com/nativafmpiratini?fref=ts

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO AO VIVO DE JUAREZ MACHADO DE FARIAS.

Nesta SEXTA-FEIRA, 26 de DEZEMBRO de 2014, além de música, poesia, roncos de mate e vozes de aves nativas, teremos as seguintes atrações:

1)    homenagem ao município de MOSTARDAS, criado em 26/12/1963 por força da Lei Estadual nº 4.691;
2)    homenagem à memória de NOEL GUARANY, nascido em 26/12/1941;
3) alusão à data de 26/12/1844 quando os Farroupihas foram derrotados no Combate de Batoví, em São Gabriel, RS, segundo a obra "Tropeando datas" de Otávio Peixoto de Melo (Cachoeira do Sul: Sul Cultura, 1997, p. 56);
3)    o poema “DESTINO MISSIONEIRO” de NOEL GUARANY, musicado e interpretado pelo próprio autor, disponível em http://www.letras.com.br/#!/noel-guarany/destino-missioneiro/traducao-ingles, acesso em 20 de dezembro de 2014;
5)    os causos “O ORADOR EMPOLGADO” e “A BACIA LEITEIRA DO DOUTOR CARLINHOS” de JAURI OLIVEIRA, extraído da obra do próprio autor, intitulada “CAUSOS DA POLÍTICA” (São Luiz Gonzaga: Gráfica A Notícia Ltda., 1999, p. 09 e 24).


*A IMAGEM QUE ILUSTRA ESTA POSTAGEM REGISTRA FOTOGRAFIA DE NOEL GUARANY EM CAPA DE DISCO DO PRÓPRIO ARTISTA.
(Disponível em http://mpbantiga.blogspot.com.br/2011_01_05_archive.html, acesso em 20 de dezembro de 2014).



Eis o poema:


“DESTINO MISSIONEIRO
(Autor: NOEL GUARANY)


Este destino tem me feito cantor em muitas Pajada

Parceiros de guitarradas em pulperias estranhas

Passa tempo de campanha que em dia santo ou domingo

Cada um monta em melhor pingo em dia folgado e campeiro

Vou chegando mui faceiro pra pulperia sorrindo

Neste ritual primitivo de orgias campejanas

Me deu a sorte aragana sem pastor neste rebanho

Se jogo truco, ganho, se cantar comando a farra

Pois sou mesmo que cigarra pra cantar de contra ponto

Faço o cantor ficar tonto e se manear na guitarra.


Cantado:


Canto terra, pampa e rio com a campeira vivencia

Que os filhos desta querência feita a casco de cavalo

Donde os buenos e os maulos vaqueanos de muitas guerras

Banharam campos e serras, no sangue de mil combates

Sem saber que nesse embate foi puro amor pela terra.


São passados que me orgulho de cantar com a alma aberta

E hão de ser rimas bem certas e as cordas bem afinadas

E a garganta bem afiada e os acordes bem certeiros

Que assim qualquer brasileiro ou se escuta algum paisano

Verá que é sul americano o canto de um missioneiro.


Verão que as raças se uniram num potencial varonil

Pra levantar o Brasil, índios, gringos e mestiços

Sem medir os sacrifícios, sem ceder, sem sentir

Como se a terra seu trono, lutando com fora e fé

Igual que gritou Sepé: - A nossa terra tem dono!


Evoco a santo cacique o imortal Tiaraju

Que deu pra esse Xirú a sublime inspiração

De lutar por esse chão no mais serio patriotismo

Da lança para o lirismo, da tradição ao presente

Da incertidão ao consciente pra o puro brasileirismo.


Falado:


E se não entendeu o meu canto por este país muito grande

Hei de cantar o Rio Grande, pedaço de continente

E se cantar o que a alma sente é falta pra um pecador

O meu patrão Nosso Senhor que perdoa esse gaudério

Vou levar pro cemitério este destino de cantor.”





Eis os dados do município em destaque segundo dados extraídos de “A ORIGEM DO NOME DOS MUNICÍPIOS” de GIOVANE CHERINI (A origem do nome dos municípios / Giovani Cherini. – Porto
Alegre : Imprensa Livre, 2007).


MOSTARDAS
Data de Criação: 26/12/1963, Lei 4.691.
Quem nasce ou mora no município de Mostardas chama-se: MOSTARDENSE.
Esse município foi constituído exclusivamente de áreas do município de São
José do Norte.
Os registros históricos citam que, em 1742, já existia um posto de vigilância
denominado “Guarda de Mostardas”, na área onde hoje existe o município.
A freguesia de Mostardas foi criada pelo alvará datado de 18 de janeiro de 1773,
sob o nome de São Luiz, Rei da França.
Quanto à denominação de “MOSTARDAS”, pairam muitas dúvidas, pois nenhum
documento foi encontrado dando conta sobre o assunto, mas a tradição oral levanta
algumas possibilidades:
A quantidade abundante do vegetal comestível nativo da região.
Os náufragos de um navio francês denominado Mostardas que teriam se abrigado
na região.
Um comerciante que estabeleceu-se junto ao Posto de Vigilância, de sobrenome
Mostardas.
Município mãe: São José do Norte.
Alexandre Galdino (Alexandre Dorneles Lopes) é Prefeito em Mostardas pelo PMDB na coligação Eu quero Mostardas Melhor - a Força do Povo Fazendo Mostardas Crescer. Eleito com 4.279 votos (54,55%). Vice: Ze Manoel pelo PDT (Jose Manoel da Costa Araújo)

NESTA QUINTA-FEIRA, PELA NATIVA FM, MAIS UM PROGRAMA ESPECIAL DE NATAL!!!



NESTA QUINTA-FEIRA, PELA NATIVA FM, MAIS UM PROGRAMA ESPECIAL DE NATAL!!!

*********************************************************************************************************************************************************

"CANTA A TUA ALDEIA E SERÁS UNIVERSAL."
(Léon Tolstoi, escritor russo, 1828-1910)

                 *****************

OUÇA O PROGRAMA “CANTO DOS LIVRES”, de segunda-feira à sexta-feira, das 05h às 07h30min.

Sintonize no seu rádio a NATIVA FM – FM 93.9.
Na internet: www.nativafmpiratini.com.

Participe da página da RÁDIO no Facebook:

https://www.facebook.com/nativafmpiratini?fref=ts

PRODUÇÃO E APRESENTAÇÃO AO VIVO DE JUAREZ MACHADO DE FARIAS.

Nesta QUINTA-FEIRA, 25 de DEZEMBRO de 2014, além de música, poesia, roncos de mate e vozes de aves nativas, teremos as seguintes atrações:

1)    homenagem ao município de CHUVISCA, criado em 28/12/1995 segundo a Lei Estadual nº 10.637;
2)    o texto “AS PEGADAS DO MENINO JESUS” de CARLOS URBIM extraído da obra “RIO GRANDE DO SUL – Um Século de História” de CARLOS URBIM, Lucia Porto, Magda Achutti e Emiliano Urbim (Porto Alegre: Mercado Aberto, 1999, p. 155 a 156);
3)    os POEMAS NATALINOS de LUIZ CORONEL, extraídos da obra do próprio autor, “LUNAREJO – Antologia Poética Regional” (Porto Alegre: Tchê!, 1987, p. 17 a 22);
4)    o causo  inédito  “PEDAÇOS DA LUA” de JUAREZ MACHADO DE FARIAS, escrito a partir de mote do ilustre Advogado e Declamador Piratiniense JOÃO JOSÉ DE OLIVEIRA MARTINS.


*A IMAGEM QUE ILUSTRA ESTA POSTAGEM REGISTRA UMA ENCENAÇÃO EM ESTILO CAMPEIRO DO NATAL.
(Disponível em http://www.ecoregional.com.br/noticias/1085/Natal/Encenacao_em_estilo_campeiro, acesso em 20 de dezembro de 2014).



Eis o poema:

“NATALÍCIO
(Autor: LUIZ CORONEL)

Brilha em cima do rancho
uma estrela luzidia,
todo menino é Jesus
e toda mãe é Maria.

Quando a vida abre porteiras
de longe vêm os parentes,
sob o manto de seus ponchos,
trazem humildes presentes.

E já se achegam pro rancho
Os animais de estimação.
Rezam padrinhos de casa
Com a vela benta nas mãos.

E lá se vão pela estrada
Peão, mulher e criança.
Vão na mala de garupa
As provisões de esperança.

Aprende logo o menino
Um pouco de ler e contar.
As lidas do pastoreio,
Ofícios de capinar.

E na volta da lavoura
Na tarde quase sem luz
Unindo corpo e enxada
A sombra desenha uma cruz.”